NOTÍCIAS

Estado de SP chega a 50% das crianças vacinadas contra Covid-19 – Notícia de Limeira

Compartilhe

 Dois milhões de crianças receberam pelo menos uma dose

 O estado de São Paulo chegou nesta segunda-feira (7) ao percentual de 50% das crianças de 5 a 11 anos de idade vacinadas com pelo menos uma dose da vacina contra Covid-19. De acordo com dados do Vacinômetro das 18h08, SP tem 2.002.162 crianças que se imunizaram nas últimas semanas.

 “Nosso objetivo é acelerar ainda mais a imunização do público infantil, proteger as crianças e diminuir a transmissão da Covid em todo o território, garantindo segurança não apenas para elas, mas para toda a população. As vacinas são seguras e os pais e responsáveis devem buscar um posto de vacinação mais próximo e levar seus filhos”, destaca a Coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

 Todos os municípios já receberam doses suficientes para vacinar 100% do público infantil com pelo menos uma dose. No total, a pasta estadual já disponibilizou 4 milhões de doses da Coronavac e quase um milhão de doses pediátricas da Pfizer. As crianças de 5 anos e as imunossuprimidas de 5 a 11 anos só podem receber o imunizante da Pfizer, enquanto as demais podem ser protegidas pela Coronavac. É importante salientar que todas as vacinas aprovadas pela Anvisa são seguras e eficazes.

 A Secretaria tem promovido ações especiais, como o Dia C, que ocorreu no último sábado (5) para ampliar a cobertura vacinal. A vacinação infantil começou em SP, no dia 14 de janeiro, com as crianças com comorbidades. No dia 20, com a aprovação da Coronavac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), SP ampliou a vacinação e começou a imunizar as crianças de 9 a 11 anos.

 Vacinômetro infantil e pré-cadastro

 As informações sobre a vacinação infantil estão disponíveis no vacinômetro infantil e podem ser conferidas no site Vacina Já, por meio do link https://www.vacinaja.sp.gov.br/, e no portal do Governo de São Paulo.

 No site também é possível fazer o pré-cadastro para a vacinação deste público. Ele é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos locais de imunização, evitando filas e aglomerações. (Da redação portal Notícia de Limeira)

 Imagem/divulgação Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe

Comentários

comentários