NOTÍCIAS

Horta Comunitária é implantada no CR de Limeira; prefeito faz elogios ao projeto – Notícia de Limeira

Compartilhe

 Para a implantação da horta, foram investidos aproximadamente R$ 100 mil

 A parceria entre Prefeitura de Limeira, Centro de Ressocialização (CR), Instituto Ação Pela Paz e o Poder Judiciário vai permitir a implantação de uma horta comunitária, de hortaliças e frutíferas, na unidade prisional. Um evento realizado na última quarta-feira (11), no CR, deu início ao projeto. O prefeito Mario Botion, acompanhado da primeira-dama Roberta Botion, esteve presente. Ele destacou a importância do projeto.

 Também participaram os secretários Simone Zambuzi (Meio Ambiente e Agricultura) e Jorge de Freitas (Habitação), a presidente do Ceprosom, Maria Aucélia Damaceno, o presidente da Câmara, vereador Sidney Pascotto, o diretor do CR, Fernando Pedro, o juiz corregedor das Execuções Penais de Limeira, Guilherme Lopes Lamas, e o coordenador das unidades prisionais, Jean Ulisses Campos Carlucci, entre outras autoridades.

 Para a implantação da horta, foram investidos aproximadamente R$ 100 mil, de penas pecuniárias deliberadas pelo juiz Guilherme Lamas e intermediadas pelo Instituto Ação pela Paz. A área total da horta é de 9,8 mil metros quadrados – sendo mil metros de frutíferas nativas. No espaço, 16 reeducandos vão trabalhar sob orientação e capacitação de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura.

 O prefeito Mario Botion destacou a importância do projeto e de outras iniciativas de capacitação do CR, com apoio do município. “Temos uma parceria importante com o CR, e essa é nossa obrigação enquanto poder público e sociedade: acolher e criar as oportunidades. Que os reeducandos aproveitem essa oportunidade, pois sairão daqui pessoas melhores”, enfatizou o chefe do Executivo.

 Para o diretor do CR, a implantação da horta comunitária é um marco para a unidade. “O objetivo desse projeto é devolver algo positivo ao município. Estou em Limeira há 20 anos e nunca antes vi uma participação tão forte da municipalidade como da administração do prefeito Mario Botion. Agradeço o prefeito, que tem uma equipe fantástica e que nos apoia de maneira espetacular”, afirmou Pedro.

 Guilherme Lamas observou o papel social do projeto. “O que está sendo feito aqui é semear nos reeducandos o senso de que isso é uma devolução à sociedade do que está sendo investido para eles e com o fruto do trabalho deles. É bonito imaginar que a produção daqui será revertida em benefício para toda a comunidade. Que isso seja o começo de uma nova vida para todos”, disse o juiz.

 De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, as hortaliças e frutas produzidas na horta do Centro de Ressocialização serão destinadas ao próprio CR, ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Limeira, a 24 entidades cadastradas no Conselho Municipal da Assistência Social e a famílias atendidas pelo Ceprosom – a distribuição ocorrerá por meio do Banco de Alimentos do município.

 A iniciativa também tem parceria do Fundo Social de Limeira, Secretaria de Obras e Serviços Públicos, Senai Limeira e Senai Iracemápolis. (Da redação portal Notícia de Limeira)

Compartilhe

Comentários

comentários