NOTÍCIAS

O que é a DPOC? Doença que levou Pedro Paulo Rangel ao hospital evoluiu por conta de seu vício

O artista estava internado com problemas pulmonares desde o dia 30 de novembro.

Faleceu na madrugada dessa sexta-feira (21), no Rio de Janeiro, o ator Pedro Paulo Rangel. Aos 74 anos, o artista estava internado no CTI da Casa de Saúde São José, na Zona Sul carioca, desde o dia 30 de novembro para tratar de uma descompensação do quadro de enfisema pulmonar. Ele sofria de problemas pulmonares desde 2002.

Desde a internação, o quadro de Pedro Paulo Rangel foi se agravando e ele precisou ser intubado no dia 14 de dezembro. A retirada da sedação aconteceu quatro dias depois, mas os médicos não se animaram. O artista chegou até a ter uma alta médica, mas não permaneceu muito tempo em casa, pois voltou a sentir os mesmos sintomas que o levaram ao hospital.

Pedro Paulo Rangel sofria de DPOC

O ator Pedro Paulo Rangel fumou até 1988, e esse triste vício o levou a desenvolver a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, conhecida pela sigla DPOC. Segundo o Ministério da Saúde, a DPOC é considerada uma síndrome que obstrui as vias aéreas, dificultando assim a respiração do indivíduo. O artista descobriu a doença quatro anos após largar o tabagismo.

Pedro Paulo Rangel marcou época na TV brasileira. Em 1975, o ator fez o primeiro nu masculino da nossa televisão na novela Gabriela.

Na década de 80 o artista aproveitou sua veia cômica para se aventurar no humor da TV Globo. Pedro Paulo Rangel trabalhou com o humorista Jô Soares no Viva o Gordo e alguns anos depois foi um dos atores que integrou o time do TV Pirata. Seu último trabalho na TV Globo foi em 2013, no também humorístico O Dentista Mascarado.

A doença Pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é causada pela exposição prolongada a gases e partículas nocivas, tais como fumaça de tabaco, poluição do ar em espaços internos e exposição ocupacional a poeiras, fumos e produtos químicos.

 

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também: