NOTÍCIAS

Prefeitura inaugura unidades de diagnóstico e do olho no Super Centro Carioca – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

O Centro Carioca de Diagnóstico e Tratamento por Imagem fica no bairro de Benfica – Edu Kapps/Prefeitura do Rio

O prefeito Eduardo Paes inaugurou, nesta segunda-feira (6/2), ao lado do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, da ministra da Saúde, Nísia Trindade, e do secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, mais dois blocos do Super Centro Carioca de Saúde, em Benfica: um voltado para exames e outro para oftalmologia. Operando desde outubro do ano passado com a primeira unidade, o Centro Carioca de Especialidades (CCE), o Super Centro está ganhando o reforço do Centro Carioca de Diagnóstico e Tratamento por Imagem (CCDTI) e do Centro Carioca do Olho (CCO). Agora, as três unidades previstas no projeto estão em funcionamento.

– Hoje é um dia muito especial. É uma satisfação voltarmos a ter um presidente da República visitando o Rio e somando forças. Nós tínhamos conseguido levar a atenção básica de saúde a 70% de cobertura na cidade do Rio. Os quatro anos do governo anterior baixaram isso para em torno de 40%. Hoje, a meta da Prefeitura é, no final do próximo ano, voltar aos mesmos 70% de 2016. O presidente Lula escolheu a cidade do Rio como sua primeira visita oficial de forma voluntária e lançou, neste mesmo dia, um programa de apoio às prefeituras e governos estaduais justamente para acabar com esse drama brasileiro que é o problema da regulação – afirmou Eduardo Paes que, antes da inauguração das novas unidades do Super Centro, recebeu o presidente Lula no Palácio da Cidade para um almoço.

Idealizado com o objetivo de reduzir os tempos de espera no Sistema de Regulação (SISREG) para os procedimentos e especialidades com maior demanda, desde a sua inauguração, em 5 de outubro, o Super Centro já recebeu quase 24 mil pacientes encaminhados pela Atenção Primária. Agora, com o CCDTI, que realizará 16 tipos de exames, incluindo o primeiro PET Scan da rede municipal, e com o CCO, que fará até transplantes de córnea, a expectativa é fortalecer ainda mais o SUS no Rio. Juntas, as duas novas unidades contam com cerca de 1.800 profissionais e têm capacidade de realizar 60 mil procedimentos por mês.

– Eu queria falar do significado da inauguração desse Super Centro. A primeira coisa que falei para a Nísia era que precisávamos dar um jeito de enfrentar a questão das especialidades. O povo pobre não tem acesso a isso e muitas vezes precisa esperar meses, um ano e até morre sem ter o atendimento. Problema no olho é uma das necessidades que o povo precisa, pois nem todo mundo pode pagar um oftalmologista. Acabei de colocar um óculos no rosto de uma menininha que tem miopia. Quando você vê uma criança recebendo um óculos de graça, oferecido pelo SUS, pela Prefeitura, é uma demonstração que esse país pode ser diferente. Tem muita gente na periferia da cidade do Rio com problema de catarata, que não sabe que é fácil operar. Agora a pessoa sabe que pode vir aqui nesse centro e operar de graça – declarou o presidente da República.

O Super Centro é o principal projeto para acelerar a fila do SISREG no municipío do Rio nesta gestão. É uma estrutura singular, em que foram investidos mais de R$ 250 milhões. Só com a primeira das unidades do complexo inaugurada, o Centro Carioca de Especialidades, já houve avanços significativos com a redução de filas que eram gargalos do SISREG, como ortopedia, pneumologia, angiologia, alergologia, nefrologia e proctologia, por exemplo. A projeção é que as filas dos procedimentos e especialidades ofertados no Super Centro sejam reduzidas em 60% e que o tempo de espera até o fim de 2024 passe a ser de, no máximo, 30 dias.

– É muito emocionante estar aqui no Super Centro Carioca de Saúde. A emoção de ver esse trabalho e de saber que aqui no Rio nós vamos avançar na questão do tratamento de qualidade, nas especialidades, na questão da oftalmologia, com equipamentos de excelência, com uma equipe dedicada e com essa visão de atender 35 mil pessoas por mês. Com este lançamento de hoje, estamos trabalhando com cada estado para que possamos avançar a partir das necessidades de csda estado – disse a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

O complexo do Super Centro Carioca de Saúde é composto por três blocos de quatro andares onde, em cada um deles, está instalada uma das três unidades (CCE, CCDTI e CCO), que recebem pacientes das 237 clínicas da família e centros municipais de saúde de toda a cidade, encaminhados exclusivamente pelo SISREG, de forma integrada, eficiente e sem burocracia, com data e hora marcadas. O Super Centro funciona de segunda a sexta, das 7h às 22h; e aos sábados, das 8h às 17h.

– Esse centro começou a ser idealizado na eleição do prefeito Eduardo Paes. No governo de transição começamos o planejamento e agora com dois anos estamos entregando para a cidade do Rio 22 mil metros de área construída. O Super Centro Carioca de Saúde vai zerar a fila do SISREG para oftalmologia. E vamos ofertar esse procedimento para todo o estado do Rio a partir do segundo semestre para zerar também a fila oftalmológica em todo o estado – afirmou o secretário de Saúde, Daniel Soranz.

Centro Carioca de Diagnóstico e Tratamento por Imagem

O CCDTI é projetado com aparelhos de última geração para realização de 16 exames diagnósticos: ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia com doppler, biópsia, histeroscopia, mamografia, densitometria, ecocardiografia, eletroneuromiografia, espirometria, broncoscopia, colonoscopia, endoscopia, videolaringoscopia e panorâmica extraoral. Além disso, a unidade receberá o primeiro PET Scan da rede municipal de saúde, aparelho com tecnologia de última geração para diagnóstico de câncer.

O CCDTI é projetado com aparelhos de última geração para realização de 16 exames diagnósticos – Edu Kapps/Prefeitura do Rio

 

Para tomografias, um dos exames com maior demanda, o Super Centro tem 19 unidades avançadas do CCDTI espalhadas pela cidade, que já estão funcionando, mesmo antes da inauguração do prédio focal. Elas estão nos hospitais municipais Lourenço Jorge (Barra da Tijuca), Miguel Couto (Leblon), Salgado Filho (Méier), Souza Aguiar (Centro), Francisco da Silva Telles (Irajá), Jesus (Vila Isabel), Piedade (Piedade), Rocha Faria (Campo Grande) e Ronaldo Gazolla (Acari); nas UPAs Madureira e Cidade de Deus; nas clínicas da família Adib Jatene (Maré), Harvey Ribeiro de Souza Filho (Recreio dos Bandeirantes) e Otto Alves de Carvalho (Rio das Pedras); no Centro Municipal de Saúde Belizário Penna (Campo Grande); nas policlínicas Lincoln de Freitas (Santa Cruz), Manoel Guilherme da Silveira Filho (Bangu) e Rodolpho Rocco (Del Castilho); além do Centro de Imagens da Rocinha.

A proposta das unidades avançadas é facilitar o acesso da população a esses exames e integrar todo o serviço de imagem da rede municipal de saúde. Mais de 116 mil exames de imagem (tomografias e raios-x) já foram realizados, fazendo a diferença na demanda desse exame. Os resultados e laudos podem ser retirados pelo usuário diretamente no portal minhasaude.rio.

Centro Carioca do Olho

O CCO é um centro de referência de uma das especialidades com maior demanda no Rio, a oftalmologia. A unidade conta com equipamentos de grande precisão e tem capacidade para realizar consultas, exames, tratamentos ou cirurgias, como catarata, córnea, estrabismo, glaucoma, retina, oftalmopediatria.

O CCO é um centro de referência de uma das especialidades com maior demanda no Rio, a oftalmologia – Edu Kapps/Prefeitura do Rio

 

Outro serviço disponível na unidade e fundamental para a população é a Ótica Carioca, que faz a dispensação de óculos de grau para os pacientes. São 50 modelos de armação disponíveis e capacidade para fornecer 24 mil óculos por ano.

Mais uma grande novidade é que o CCO está se habilitando e preparando a operacionalização para que, ao longo de 2023, possa começar a realizar transplantes de córneas.

Balanço do Centro Carioca de Especialidades

Em quatro meses de funcionamento, o CCE já realizou 20,4 mil consultas em 14 especialidades médicas: alergologia, angiologia, cardiologia, coloproctologia, ginecologia, mastologia, nefrologia, neurologia adulto, neuropediatria, pneumologia, reumatologia, urologia, ortopedia adulto e pediátrica e dermatologia. Também foram realizados 3,5 mil atendimentos odontológicos em endodontia, estomatologia, disfunção têmporo-mandibular, periodontia e cirurgia oral menor. No total, foram 23,9 mil consultas e procedimentos.

Uma das inovações da Odontologia do CCE é o uso de óxido nitroso em consultas e procedimentos em que é necessária sedação. Esse gás é uma alternativa para reduzir o “medo de dentista” que alguns pacientes têm, principalmente crianças e pessoas com necessidades especiais, pois reduz a ansiedade durante procedimentos odontológicos.

Serviços serão ampliados

Como ocorreu com o Super Centro Carioca de Especialidades, o Centro Carioca do Olho e o Centro Carioca de Diagnóstico e Tratamento por Imagem começam a funcionar e, ao longo dos próximos meses, os serviços serão ampliados. Assim, o complexo de saúde estará com funcionamento pleno até dezembro de 2023.

Super Ônibus: facilidade de acesso ao complexo de saúde

Além das mais de 20 linhas convencionais que atendem a região do Super Centro Carioca de Saúde, uma linha especial de ônibus, operada pela Secretaria de Saúde, foi criada para atender exclusivamente pacientes do complexo. São dois ônibus especiais disponibilizados para fazer o transporte gratuitamente, ambos com acessibilidade. Para ingressar nos veículos, basta apresentar o comprovante de marcação do procedimento ou consulta, sendo permitida a entrada de um acompanhante por paciente.

Os ônibus fazem o embarque e desembarque de passageiros nos pontos especiais. Os dois veículos percorrem o trajeto de forma circular, partindo do Super Centro Carioca de Saúde, na Rua General Gustavo Cordeiro de Farias, seguindo pela rua Doutor Rodrigues Santana, e passando pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (INTO), na Avenida Brasil (pista lateral sentido Centro); e pelas estações de metrô e trem de São Cristóvão e Triagem. O itinerário completo, de ida e a volta, tem cerca de 12 km.

Compartilhe

Categoria:

  • 6 de fevereiro de 2023
  • Marcações:

    Notícias

    IPTU 2023: Cota única e primeira cota vencem nesta terça-feira

    6 de fevereiro de 2023

    Vila Olímpica Doutor Sócrates Brasileiro abre mais de mil vagas gratuitas para diversas atividades esportivas

    6 de fevereiro de 2023

    Nova frota do BRT reduz em até 40% os intervalos das viagens na Transcarioca e Transoeste

    6 de fevereiro de 2023

    Projeto Agente Experiente valoriza o potencial de quem tem a partir de 60 anos

    6 de fevereiro de 2023

    Secretaria de Ordem Pública remove 83 veículos estacionados irregularmente ao longo do fim de semana

    6 de fevereiro de 2023

    < Voltar