NOTÍCIAS

Renata Sorrah rasga o verbo e diz o que pensa de Cássia Kis: ‘Tudo ali é um …’

Atriz Renata Sorrah tentou não falar de colegas de trabalho, mas não se conteve sobre Cássia Kis.

A atriz Renata Sorrah conheceu uma entrevista e na ocasião falou sobre o seu mais novo trabalho, na novela das 7, Vai na Fé, na Globo. Em um dado momento do bate-papo, respondeu um questionamento sobre Cássia Kis e sua relação com a intérprete de Cidália, de Travessia.

Depois de cinco anos sem fazer nenhuma novela, atuando apenas em alguns capítulos de Segundo Sol, a eterna Nazaré Tedesco, volta para as telinhas. No folhetim, interpreta uma atriz que não recebe mais nenhum trabalho relevante.

Renata Sorrah fala sobre Cássia Kis A artista até acha as cenas de Wilma, sua nova personagem, divertidas, contudo, na vida real acredita ser outra coisa. Renata Sorrah foi questionada sobre sua relação com Cássia Kis, nesse momento, fechou a cara e não hesitou em responder.

“Sem condições… Um horror. Tudo ali é um horror”, declarou durante uma festa de lançamento do novo folhetim das 7, no Rio de Janeiro. Após essas declarações, voltou ao bom humor da conversa para falar de Wilma.

Ela disse que está amando o texto da autora Rosane Svartman e a leveza que tem encontrado no elenco. Renata Sorrah contou que o núcleo de seu papel é do humor, que a definiram como a vilã da trama, porém, não acha isso.

Renata Sorrah comenta sobre novela Vai na Fé Depois de dizer que está amando as cenas da sua personagem, Renata Sorrah diz que Wilma era famosa, mas foi envelhecendo e os trabalhos ficando escassos. Embora seja custeada pelo filho Lui (José Loreto), ela o considera brega, contando isso aos risos na entrevista.

Criança morre eletrocutada enquanto segurava celular, na Paraíba

Menino tinha três anos e morava em Natuba. Ele segurava um celular conectado à tomada quando sofreu a descarga elétrica

Uma criança de três anos morreu vítima de uma descarga elétrica na segunda-feira (10/4), na cidade de Natuba, na Paraíba. O menino segurava um celular conectado à tomada quando sofreu a descarga elétrica, conforme informações da TV Paraíba.

A vítima foi identificada como Reynan Gomes Alexandre da Silva, tinha três anos e era aluno da escola da rede municipal de ensino localizada na comunidade Brejinho, escola EMEIF Tereza Chaves.

A prefeitura local emitiu nas redes sociais uma nota lamentando a morte da criança. “Neste momento, junto com toda rede municipal de ensino, nos solidarizamos com a equipe da Escola e sua família enlutada”, escreveu.

Caso parecido

Em dezembro de 2021, um caso semelhante foi registrado em Alexânia, cerca de 80km de Brasília. Um adolescente de 14 anos morreu após levar um choque tentando usar o celular enquanto carregava.

Segundo informações do delegado Sérgio Henrique, responsável pelo caso, na época, a fatalidade ocorreu devido a condições climáticas. Um raio caiu próximo ao local aumentando a carga elétrica atingindo a casa onde o jovem estava.

­

Compartilhe isso: