NOTÍCIAS

Prefeitura de Cuiabá | Junho Violeta: Palestra em Centro de Convivência reforça conscientização e canais para denúncias contra a violência a idosos

Os idosos atendidos nos  Centros de Convivências mantidos pela Prefeitura de Cuiabá participam no mês de junho de uma programação especial alusiva ao Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. Denominado como ‘Junho Violeta’, a programação conta com rodas de conversa, palestras e atividades lúdicas. A campanha reforça esse debate e promove iniciativas que garantam mais dignidade aos idosos, além de estimular  o envelhecimento ativo e saudável.

Como abertura das atividades, na terça-feira (13), os idosos do CCI Padre Firmo, localizado na região central capital, participaram de uma palestra da professora doutora Janaina Carvalho Barros. De forma dinâmica, ela falou sobre os tipos mais comuns de violência e as formas de reconhecer situações de abuso ou violência contra a pessoa idosa. Cerca de 60 idosos participaram da atividade. 

“A violência contra idosos pode se manifestar de diferentes formas e com bastante frequência dentro do ambiente familiar. Dentre elas podemos destacar a violência física, psicológica, doméstica, negligência e abandono, institucional, abuso financeiro, patrimonial, sexual, discriminação. Essa é a nossa proposta, apresentar a essa população da terceira idade como se defender e também como denunciar algum tipo de abuso”, declarou a professora e doutora. 

Um dos objetivos da campanha “Junho Violeta” é conscientizar a sociedade sobre As práticas prejudiciais à saúde e a dignidade emocional, psicológica e econômica das pessoas na terceira idade. A gestão Emanuel Pinheiro, direcionada pela primeira-dama, Márcia Pinheiro mantém essas ações de fortalecimento das relações e dos vínculos familiares, para que os ambientes domésticos sejam fontes de proteção e deixem de ser foco de violação,“ destacou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

A programação segue nesta quarta-feira (14), a partir das 8h30, na unidade do CCI Maria Ignês, localizado no bairro CPA III. Uma roda de conversa será realizada. Também nesta quarta-feira (14), na unidade João Guerreiro a atividade será no formato virtual. Uma gincana foi preparada para atender os idosos assistidos.  

Para encerrar a programação do ‘Junho Violeta’, na sexta-feira (16), a ação voltada para sensibilização da população será no CCI Aidee Pereira, no bairro Novo Horizonte, em Cuiabá. O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Jerônimo Urei foi convidado para trabalhar o tema em alusão ao Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa.

“Violência contra o idoso pode ser considerado um ato único ou repetido, ou falta de ação apropriada, ocorrendo qualquer relacionamento onde exista uma expectativa de confiança, que cause danos ou sofrimento a uma pessoa idosa”, acrescentou a secretária.

Atualmente, a rede coordenada pela Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência possui 1.207 idosos cadastrados, distribuídos nas quatro unidades dos CCIs, sendo: CCI Aidee Pereira: 302 idosos; CCI Maria Ignês: 310 idosos; CCI Padre Firmo: 318 idosos e CCI João Guerreiro: 309 idosos cadastrados. As unidades têm como objetivo a promoção do envelhecimento saudável, por meio de atividades coletivas e execução de projetos da rede.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h e são destinados a pessoas idosas  com idade igual ou superior a 60 anos, em situação de vulnerabilidade social, em especial: beneficiários do Benefício de Prestação Continuada ( BPC), de famílias beneficiárias de programas de transferência de renda; com vivências de isolamento por ausência de acesso a serviços e oportunidades de convívio familiar e comunitário e cujas necessidades e interesses indiquem a inclusão e participação nos serviços, programas e benefícios socioassistenciais.

Os serviços ofertados nos CCI’s são de atividades físicas como Ginástica; Musculação; Dança; Oficina de jogos de mesa; Oficina de artesanato; Passeios culturais; Rodas de conversas; Palestras, entre outros.

“Dentre as metas propostas pela gestão Emanuel Pinheiro está a promoção do suporte necessário aos idosos assistidos pelo município, pois é um público que precisa e merece ter uma atenção especial. Cabe então, a nós, trabalharmos para oferecer todo atendimento com excelência”, declarou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Saiba como denunciar 

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que pelo menos 15,7% da população idosa está submetida a um tipo de violência. Ou seja, uma em cada seis idosos sofre violência em todo o mundo. São muitos casos de denúncia e a mulher idosa é a mais atingida. E muitas dessas situações não são relatadas e denunciadas. O idoso tem medo da retaliação, por isso, não denuncia na maioria das vezes. 

As denúncias de violência contra a pessoa idosa podem ser feitas pelo Disque 100 (Disque Direitos Humanos). O atendimento é realizado diariamente, 24 horas por dia, inclusive aos fins de semana.

Denúncias também podem ser feitas pelo aplicativo Proteja Brasil, para a Delegacia Online da Polícia Civil do seu estado, e ligando para a Emergência Policial – DISQUE 190 – Polícia Militar. 

**Com Informações do Ministério da Saúde